Categorias
Comunicação

O Marketing Digital não vai funcionar para você.

No post dessa semana vamos explicar porquê O Marketing Digital não vai funcionar para você e o que você pode fazer a respeito disso.

Adaptar seu negócio ao mundo digital, certamente já passou pela sua cabeça, e então, num belo dia, você leu um artigo no LinkedIn e se convenceu de que deveria implementar aquele sistema CRM da moda, para controlar melhor suas vendas, aumentar performance e planejar os resultados futuros que poderiam ser obtidos à partir de uma campanha de marketing digital.

Curtiu o post e encaminhou pro gerente comercial ‘O problema com as vendas já tinha uma solução. Dois dias depois, entre um story e outro, viu uma chamada para uma live, feita por um concorrente, e já mandou um print para o time de marketing, sugerindo fazer algo parecido “Vai funcionar, claro!”. 

Ainda neste mesmo dia, salvou outros posts no Instagram com “conteúdos incríveis” que falavam sobre as novas técnicas de engajamento. Ah, sim, o famoso engajamento. “É disso que a gente precisa!”. Mas aí, você se lembrou de algo que já ouviu ou leu por aí recentemente, de que a melhor métrica de sucesso é justamente o “salvamento” de post.

Ou seria o compartilhar? Afinal, quem sabe? E quanto tem que investir?

Esse dilema de marketing/comercial soa familiar pra você? Já se pegou fazendo ou pensando nestas coisas, enquanto procura uma solução definitiva para o aumento das vendas? Nenhum desses exemplos está essencialmente errado, quer seja na estratégia ou na aplicação. Trocar um CRM é tão legítimo quanto criar posts que sejam mais “salváveis”. Só que, provavelmente, essa salada de iniciativas soltas e mal planejadas (embora bem intencionadas) não irá resolver muita coisa.

O marketing digital não vai funcionar no médio prazo.

No fim, será só “bateção de cabeça“, desperdício de energia e mais uma frustração pra colecionar e pendurar na parede da vergonha. Você sabe que é assim, pois é o que você está vivenciando.

Sendo assim, tenho uma boa e uma má notícia… E vou começando logo pela má: você não vai conseguir resolver sozinho, as vendas não vão melhorar e sua empresa não vai crescer. Mas, tem também a boa notícia: esse problema dá pra resolver (e não estamos aqui pra te vender nenhum elixir milagroso), só que envolve muito trabalho, estudo e organização.

Como disse, essas iniciativas são muito vagas e normalmente se tratam de ideias que nasceram por causa de UM MOTIVO e não PARA UMA FINALIDADE. Na verdade, essas ideias aleatórias surgem e são levadas à sério devido a uma soma de fatores: ansiedade, necessidade de produzir resultados imediatos, falta de conhecimento técnico, falta de pessoas, falta de confiança em processos e, claro, a razão mais famosa de todas: a falta de foco.

Vou compartilhar o método que desengavetou projetos em mais de 20 organizações, gerando resultados reais.

Fazem 3 anos que estudamos e desenvolvemos uma metodologia (simplificada) para resolver esse tipo de problema dos nossos clientes e já aplicamos em pouco mais de 20 deles, dos mais variados portes (entre 20 e 150 stakeholders, com faturamento anual de até R$ 6 milhões). Com essa metodologia, você conseguirá:

  • Detectar os REAIS problemas de marketing e vendas de sua organização.
  • Pensar em soluções de maneira ordenada, com método e profundidade, sem achismos ou “modinhas” do marketing digital.
  • Avaliar a energia e recursos que sua empresa vai precisar para implementar cada uma das tarefas propostas (tempo, dinheiro, pessoas, etc).
  • E, por fim, colocar pra rodar as ações planejadas, acompanhando tudo em um cronograma visual e organizado por meses.
O Resultado

O resultado desse trabalho, aplicado num horizonte mínimo de 6 meses, serão projetos que saem do papel, da forma como TEM QUE SER (pragmaticamente falando), na HORA QUE TEM QUE SER (assertivamente falando) e com a energia e recursos devidamente controlados. Não é mágica, é só ferramenta de trabalho. Aliás, a NOSSA ferramenta de trabalho, que estamos utilizando há 3 anos e que agora decidimos compartilhar com você…

Tá, mas como implementar na minha organização?

Essa metodologia é composta de basicamente de 4 pilares (ou estágios), que são:
  • Diagnóstico
  • Plano de ação
  • Estimativa de recursos
  • Cronograma

Nada muito fora da curva ou inédito, mas, observando a maneira como a estruturamos e buscando algo no mercado, é inédito pra gente. Abaixo eu compartilho cada um dessas pilares/estágios de forma resumida, para você tentar aplicar:

  • Diagnóstico: O diagnóstico é uma espécie de fotografia de como está a sua organização HOJE, através da análise de pelo menos 5 pontos essenciais para o marketing/comunicação/vendas: contexto de mercado, pontos de contato/ferramentas, audiência, concorrentes e ciclo comercial. Isso gera um documento com umas 20 páginas de muito conteúdo (texto mesmo), algumas tabelas e alguns gráficos. Para levantar essas informações, são necessárias 2 ou 3 reuniões com a diretoria e principais envolvidos no projeto, além de acesso as informações comerciais, pesquisas em institutos consagrados, entre outros canais.Planejamento Estratégico de Campanha de Marketing Digital
  • Plano de Ação: Com os problemas bem identificados no Diagnóstico, chega a hora de propor as soluções. Aqui na Novo, a gente reúne o time para pensar em soluções para cada problema que apareceu, sempre privilegiando o PARA QUÊ. Esse é o momento onde todos estão pró-ativos, com a chave na posição “criativa.” A medida que as ideias aparecem, plotamos esses insights e soluções em um mapa-mental, procurando agrupar tudo dentro de um contexto que faça sentido para o negócio.

    Mapa mental para organização de marketing digital
  • Estimativa: Seria muito legal se pudéssemos ter um novo site na semana que vem. Mas a verdade é: qual é a energia necessária para fazer um site? Quanto custa? Quanto de tempo e envolvimento esse projeto vai demandar? Como não dá para fazer tudo ao mesmo tempo, é graças ao processo de estimativa que conseguimos avaliar por onde começar. Perceba que, diante da enorme dificuldade de tangibilização de alguns serviços de marketing ou digital, estimar o tamanho da bronca é essencial para priorizar o que será feito, quando será feito e PARA QUÊ será feito.
  • Cronograma: De uma forma muito prática e visual, transformamos cada tarefa/projeto (escolhidos na etapa anterior) em cartões no Trello, utilizando as listas para o acompanhamento dos meses (ou outra perspectiva temporal literal – como quinzenas, semanas ou dias). Desta forma, só vai pro Trello aquilo que foi de fato homologado para ser feito, sempre olhando para um horizonte de 3 meses (pra frente), justamente para que se tenha planejamento. O ideal é que cada 3 meses tudo seja revisado. Parece complexo, mas não é. E é uma mão na roda.

    Trello como ferramenta de gestão de marketing digital

Espero que esse conteúdo tenha te ajudado a pensar em como organizar iniciativas de marketing na sua organização. Tenho bastante segurança de lhe dizer que se não forem adotadas boas práticas, o marketing digital não vai funcionar para você. Contudo, tenho certeza de que agora você já sabe como conduzir e implementar este tipo de iniciativa na sua empresa.
Qualquer dúvida, pode deixar nos comentário. Se você está interessado em conhecer mais essa metodologia e ter acesso a forma como trabalhamos, teremos o maior prazer em te contar isso, através de uma conversa com um de nossos consultores.

Um grande abraço, até ao próximo post!

 

Igor Guedes
Especialista em Marketing e Sócio na Novo

1 resposta em “O Marketing Digital não vai funcionar para você.”